Sexta maior forte de geração de energia no País, equivale a 2,2% da matriz elétrica atual

A geração de energia solar por usinas fotovoltaicas de grande porte superaram os 4 GW de potência operacional, segundo levantamento da ABSOLAR (Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica). Estes empreendimentos equivalem a 2,2% da matriz elétrica do País, geram mais de 120 mil empregos e somam mais de R$ 21,3 bilhões em investimentos desde 2012.

As usinas solares são a sexta maior forte de geração de energia no Brasil, com presença em nova estados brasileiros: Bahia, Ceará, Minas Gerais, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte, São Paulo e Tocantins.

Para o CEO da ABSOLAR, Rodrigo Sauia, o avanço deste tipo de geração de energia é fundamental para o desenvolvimento econômico, social e ambiental do Brasil, além de reduzir a pressão sobre os recursos hídricos e sobre o valor na conta de luz da população.

“As usinas solares de grande porte geram eletricidade a preços até dez vezes menores do que as termelétricas fósseis emergenciais ou a energia elétrica importada de países vizinhos atualmente, duas das principais responsáveis pelo aumento tarifário sobre os consumidores”, afirmou.